Jorge Jesus e Alberto Valentim trocam farpas após clássico quente

Jorge Jesus ficou irritado com as entradas duras dos botafoguenses em seus comandados (Foto: Alexandre Vidal/CRF)

O clima quente dentro do gramado do Nilton Santos chegou aos treinadores. Após a vitória do Flamengo, conquistada com um gol de Lincoln nos minutos finais, Jorge Jesus não poupou palavras para criticar o exagero das entradas dos jogadores do Botafogo e criou o termo “caça ao homem”.

“A equipe do Flamengo é melhor do que a do Botafogo, até pela classificação. Para parar uma equipe você tem que ter argumentos técnicos e táticos. Não é essa a forma de parar uma equipe, não é assim que o Botafogo vai sair da zona de rebaixamento”, disse.

“Fizeram caça ao homem, quiseram intimidar nossos jogadores. Não conseguiram. Sabíamos que faríamos o gol. Quando acabou o jogo, eu disse ao jogador do Botafogo: ‘Não valeu a pena bater tanto’”, finalizou.

Como a coletiva de Jesus foi a primeira, Alberto Valentim teve o direito de resposta na sequência, rebateu o flamenguista e exaltou o desempenho de seus comandados mesmo com a derrota.

“Jesus falou uma grande bobagem. Devia deixar a boquinha dele calada. Nosso time veio para jogar sim, fomos aguerridos. Jogadores estão de parabéns. Ele falou uma bobagem grande, coitadinho dele. Não precisava, cuida do time dele, que está muito bem, está fazendo um grande trabalho”, afirmou.

“Ninguém veio aqui para bater, caçar ninguém, que termo que ele está achando que está usando aqui no Brasil? Gostei da equipe, foi um pecado termos tomado o gol”, afirmou Valentim”, completou.

Com o resultado, o Flamengo chegou aos 74 pontos e manteve oito de vantagem em relação ao Palmeiras. Já o Botafogo estacionou nos 33, caiu para 17º lugar e entrou na zona de rebaixamento.

O post Jorge Jesus e Alberto Valentim trocam farpas após clássico quente apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Flamengo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *