Bruno Henrique atribui grave lesão no Santos a “macumbaria”

Em alta, Bruno Henrique é um dos protagonistas do Flamengo, atual líder do Campeonato Brasileiro e semifinalista da Copa Libertadores. Durante palestra promovida na Igreja do Recreio, no Rio de Janeiro, atacante falou sobre a grave lesão nos olhos que sofreu pelo Santos e deu sua versão para o caso.

“Fizeram ‘macumbaria’ para não chegar no meu sucesso. Deus falou para ter paciência, que o melhor estava por vir. E, hoje, posso contar que o melhor aconteceu na minha vida: ter sido chamado para a Seleção e jogando no melhor time do mundo”, disse Bruno Henrique em declarações reproduzidas pelo Globoesporte.com na última segunda-feira.

Diante da repercussão de suas palavras sobre a lesão sofrida no período em que defendia o Santos, Bruno Henrique procurou justificar a situação em um áudio enviado a um conhecido. De acordo com o jogador, a tese da “macumbaria” foi levantada por uma tia que tem “revelações”.

“Não tenho nada contra o Santos. Isso é sobre minha vida pessoal. Minha família é toda da igreja e alguém que não gosta de mim tentou fazer isso. Em momento algum falei que o Santos ou algum torcedor do Santos fez alguma coisa comigo. O Santos me ajudou demais e agradeço por todo o carinho”, declarou.

No mesmo áudio, ao explicar suas declarações, Bruno Henrique disse ser um “cara bem transparente e muito homem”. O atual jogador do Flamengo reiterou que a tentativa de prejudicá-lo não partiu do Santos, mas disse não saber a identidade dos responsáveis pela “macumbaria” e também responsabilizou a imprensa pela repercussão.

Com 52 pontos ganhos, cinco a mais do que o Palmeiras, o Flamengo lidera o Campeonato Brasileiro. Nas semifinais da Copa Libertadores, o time defendido por Bruno Henrique empatou com o Grêmio em Porto Alegre na primeira partida da série.

 

O post Bruno Henrique atribui grave lesão no Santos a “macumbaria” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Flamengo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *