Jesus admite que Flamengo jogou de olho no Grêmio

O Flamengo venceu o clássico diante do Fluminense por 2 a 0, neste domingo, no Maracanã. A equipe de Jorge Jesus teve amplo domínio do jogo e partiu para cima do adversário desde o primeiro minuto. A princípio, parecia que a equipe não estava pensando em se poupar visando a disputa com o Grêmio por uma vaga na final da Libertadores, além de estar em campo praticamente com sua força máxima.

Após o confronto, o técnico português revelou que a estratégia empregada não foi bem assim, e que o duelo da próxima quarta-feira no Maracanã foi considerado quando elaborou o planejamento para o Fla-Flu.

“O objetivo era vencer. Nos primeiros 45 minutos o placar deveria ser diferente, mas o futebol é assim. Depois do 2 a 0 a equipe segurou o resultado, pensou um pouquinho no jogo de quarta, com as mudanças que fiz”, disse o treinador, em sua entrevista coletiva após a partida.

“Taticamente, os jogadores acreditaram desde o início na nossa forma de pensar o jogo. Hoje tivemos uma equipe mais levezinha, com vários jogadores que não enfrentaram o Fortaleza. Entraram mais frescos. Sufocamos o Fluminense nos primeiros 30 minutos,” completou Jesus, que fez questão de ressaltar a qualidade do adversário.

“Não foi um “aí, Jesus”. Se o Fluminense jogasse sempre assim, não estava nessa situação. Equipe de muita qualidade, muito talento. Mas ofensivamente não criaram muitos problemas”, elogiou.

A concentração do elenco agora se volta para o confronto mais importante da temporada. Da equipe considerada titular do Flamengo, apenas uma ausência é certa, a do atacante Arrascaeta, que se recupera de uma artroscopia no joelho esquerdo. Filipe Luís, que retornou à equipe neste domingo, é presença certa contra o Grêmio, mas Rafinha ainda é dúvida devido a uma fratura no rosto e pode ser substituído por Rodinei, que teve boa atuação neste domingo.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Flamengo ampliou sua vantagem na liderança após o empate do Palmeiras contra o Athletico Paranaense, neste domingo, na Arena da Baixada. Com 64 pontos, o Rubro-Negro soma agora dez de vantagem sobre o Verdão.

O post Jesus admite que Flamengo jogou de olho no Grêmio apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Flamengo

Destaques no Sul, Marrony e Fernando Miguel comemoram vitória sobre o Inter

O Vasco conseguiu uma importante vitória neste domingo, diante do Internacional, em pleno Beira-Rio. Com um gol de Marrony, a equipe cruz-maltina venceu por 1 a 0 e, com 37 pontos, está cada vez mais perto de se livrar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Marrony marcou o gol da vitória do Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

Na saída do campo, o artilheiro da tarde comemorou o gol da vitória. “Fico feliz pelo gol. Fazia tempo que não marcava. Meu pensamento é ajudar, correr, lutar. Hoje (domingo), fui feliz por ajudar,” comemorou o jogador, sem esconder o cansaço.

Além de Marrony, o Vasco contou com uma grande atuação do goleiro Fernando Miguel. Com grandes defesas, o arqueiro ajudou a segurar a forte pressão do Inter por quase todo o segundo tempo e a garantir o resultado.

“Foi um jogo muito difícil, sofrido pra caramba. Mas conseguimos sair com a vitória. Fico feliz em participar dessa reconstrução,” disse o goleiro vascaíno na beira do gramado.

O Vasco terá a semana livre de compromisso para se preparar para a próxima rodada do Brasileiro. No sábado, a equipe de Vanderlei Luxemburgo segue longe de casa e visita o Ceará no Castelão, em Fortaleza.

O post Destaques no Sul, Marrony e Fernando Miguel comemoram vitória sobre o Inter apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Vasco

Marcão reconhece superioridade do Flamengo no clássico

O Fluminense foi amplamente dominado pelo Flamengo no clássico deste domingo no Maracanã, pela 27ª rodada do Brasileirão. Pelos números de finalizações e de posse de bola, o placar de 2 a 0 para o Rubro-Negro pode ser considerado pouco e um bom negócio para o Tricolor.

Em sua coletiva após a partida, o técnico Marcão reconheceu a superioridade do rival, que é líder absoluto da competição. O Flu, por sua vez, ainda luta contra o rebaixamento.

“A equipe do Flamengo veio marcando muito forte e fez um gol no início. Não encaixamos nosso jogo de apoiar e furar a linha alta deles. Montamos uma estratégia, tivemos algumas chances, mas foi aquém do que imaginávamos. Eles marcaram muito forte e foram muito felizes. Não fomos eficientes”, admitiu Marcão.

“A gente tentou mudar o posicionamento para incomodar o Flamengo. Tentamos ter velocidade pelos lados. Aconteceu em alguns momentos. A gente treinou para isso, para não marcar os zagueiros deles e apertar os volantes. Mas, tomamos um gol muito rápido, e tudo muda”, completou.

O Fluminense está na 15ª colocação na tabela do Brasileiro, com 29 pontos, e agora torce por tropeços de Ceará e CSA, 17º e 18º colocados com 26 pontos, e que entram em campo nesta segunda-feira contra Bahia e Botafogo, respectivamente, no encerramento da rodada.

O próximo compromisso da equipe será no sábado, diante da vice-lanterna Chapecoense, no Maracanã.

O post Marcão reconhece superioridade do Flamengo no clássico apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Fluminense

Flamengo despacha o Flu e segue líder isolado do Brasileirão

O Flamengo segue imparável no Campeonato Brasileiro e chegou a sua vigésima vitória na competição. A vítima da noite neste domingo foi o rival Fluminense, que saiu de campo derrotado por 2 a 0. Bruno Henrique e Gerson marcaram para o Rubro-Negro no Maracanã, pela 27ª rodada da competição nacional.

Com 64 pontos, a equipe de Jorge Jesus segue disparada na ponta da tabela, e agora volta suas atenções para o confronto decisivo das semifinais da Libertadores, diante do Grêmio, na próxima quarta-feira, no Maracanã. Na sequência do Brasileiro, pela 28ª rodada, o adversário será o CSA, no domingo, também no Rio de Janeiro.

O Fluminense, por sua vez, tem a chance de se reabilitar contra a Chapecoense, em confronto direto contra o rebaixamento, no sábado 26, no Maracanã. Com 29 pontos, o Tricolor segue próximo da zona do rebaixamento e aguarda o encerramento da rodada nesta segunda-feira, quando Ceará e CSA, as duas primeiras equipes dentro do Z4 com 26 pontos, estarão em campo.

Bruno Henrique abriu o placar no Fla-Flu (Foto: Marcelo Cortes/CRF)

O Jogo – O clássico começou em ritmo eletrizante no Maracanã, com o Flamengo pressionando o Flu como se o título estivesse em jogo em cada bola. Sufocado em sua defesa, até Yony González voltou para ajudar, e aos 3 minutos, tentou dar um chutão próximo à linha de fundo e acabou passando a bola para Gabigol na área. O artilheiro matou e chutou no canto, mas Muriel tocou com a ponta dos dedos para escanteio.

Everton Ribeiro cobrou curto para Rodinei, que levantou na área. Bruno Henrique subiu sozinho e testou no canto de Murile para fazer Fla 1 a 0.

O Fluminense, mesmo sufocado, quase chegou ao empate em lance que gerou protestos da defesa do Flamengo, aos seis minutos. Gilberto cobrou escanteio pela esquerda, Yony González tentou o cabeceio e a bola sobrou para Wellington Nem na pequena área. Ele tentou de voleio de primeira e Diego Alves salvou no reflexo.

Aos 27, quase o segundo do Fla. Everton Ribeiro cobrou escanteio e levantou na área. A zaga rebateu de cabeça e Rodinei, na intermediária, tocou de primeira na lateral do campo para Vitinho, que cruzou no segundo pau e Rodrigo Caio acertou o cabeceio. Muriel voou e evitou o gol, mas deu rebote para o meio da área. Everton Ribeiro chegou primeiro e tocou para a pequena área, mas a zaga conseguiu afastar.

O Flu ainda teve uma chance antes do apito final da primeira etapa. Jogada pela esquerda, Caio Henrique levanta na área e Yony González tenta uma bicicleta e manda muito perto do gol.

O Flamengo começou o segundo tempo em cima do Flu e Gabigol quase amplia com um minuto de bola rolando. Frazan vacila e o artilheiro roubou a bola, entrou na área e quase consegue driblar Muriel, mas o goleiro conseguiu tirar a bola antes que ele finalizasse.

O segundo gol finalmente saiu aos 20. Gabigol puxou o contra-ataque e tocou na frente para Reinier, que tabelou e dominou na meia lua antes de tocar para Gerson na direita. O meia cortou para o meio e bateu de canhota no canto, e a bola ainda bateu em Gilberto antes de entrar.

O Flu ainda chegou perto de diminuir aos 48, em escanteio de Gilberto, Lucão desviou e Frazan tentou bater de voleio, mas Diego Alves garantiu o placar para sua equipe com mais uma defesa.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-RJ 2 X 0 FLUMINENSE-RJ

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de outubro de 2019, domingo
Hora: 18h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Cartões amarelos: Piris da Motta, Pablo Marí, Gabigol (Fla); Ganso, Caio Henrique, Frazan, Lucão (Flu)
Renda: R$ 2.565.378,25
Público: 52.279 (47.496 pagantes)

Gols:
FLAMENGO: Bruno Henrique, aos 3 min do 1º tempo; Gerson, aos 20 min do 2º tempo

FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís (Renê); Piris da Motta, Gerson (Willian Arão) e Éverton Ribeiro; Vitinho (Reinier), Bruno Henrique e Gabigol
Técnico: Jorge Jesus

FLUMINENSE: Muriel, Gilberto, Nino, Frazan e Caio Henrique; Allan, Daniel e Paulo Henrique Ganso (Lucão); Nenê (Yuri), Wellington Nem (João Pedro) e Yony González
Técnico: Marcão

O post Flamengo despacha o Flu e segue líder isolado do Brasileirão apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Flamengo

Conmebol analisa incidentes em Santiago, mas mantém final da Libertadores na cidade

A final da Copa Libertadores-2019 será disputada pela primeira vez em jogo único no Estádio Nacional de Santiago, no Chile, no dia 23 de novembro, reafirmou neste domingo a Conmebol, entidade que rege o futebol na América do Sul.

Santiago é palco de uma onda de protestos (Foto: Pablo Vera/AFP)

As recentes manifestações violentas na capital chilena, que deixaram até o momento dois mortos e milhares de presos, incentivando o presidente Sebastián Piñeira a decretar toque de recolher desde sábado, colocou em dúvida a realização da final da competição continental, agendada para 23 de novembro.

Mas a Conmebol esclareceu em nota oficial que, por enquanto, não cogita uma mudança de sede ou de data, alertando porém que continuará monitorando a situação em Santiago.

“A Conmebol reafirma seu compromisso de disputar a Final Única da Conmebol Libertadores 2019 na data, local e hora acordados inicialmente”, informou a entidade.

Nesta semana serão disputadas as partidas de volta das semifinais da competição em Buenos Aires, entre os argentinos River Plate e Boca Juniors, e no Rio de Janeiro, entre Flamengo e Grêmio.

“A Conmebol se encontra em permanente contato com as autoridades e todas as entidades relacionadas à realização do espetáculo da final única em Santiago. A análise continuará sendo feita e será tomada em conta a segurança dos clubes, jogadores, torcedores e dos meios de comunicações credenciados, para que o único protagonista seja o futebol sul-americano, encontro em que será coroado o novo campeão continental”, concluiu.

A final anterior da Libertadores, em dezembro de 2018 entre River Plate e Boca Juniors -à época ainda disputada em dois jogos-, sofreu dois adiamentos, primeiro por fortes chuvas que assolaram Buenos Aires e em seguida devido a incidentes violentos de torcedores organizados no estádio Monumental, motivando a Conmebol a levar o jogo decisivo para Madri, onde o River venceu por 3 a 1.

O post Conmebol analisa incidentes em Santiago, mas mantém final da Libertadores na cidade apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Flamengo

Vasco vence o Inter no Beira-Rio pelo Brasileiro e se afasta da ‘confusão’

O Vasco foi a Porto Alegre neste domingo para enfrentar o Internacional em duelo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, e quebrou um jejum de 12 anos sem vitórias no estádio. Com um gol de Marrony no início do segundo tempo, a equipe carioca venceu pelo placar mínimo.

Os três pontos levaram o Vasco a se distanciar da zona do rebaixamento, que tem Ceará e CSA com 26 pontos cada, e que jogam no encerramento da rodada nesta segunda-feira. Com 37 pontos o Vasco mantém a 11ª posição na tabela.

(Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

Já o Inter é o sexto colocado com 42 pontos e pode perder o lugar no G6 para o Bahia, que encara o Ceará nesta segunda, em Salvador.

Na próxima rodada, o Vasco segue longe de casa e visita o Ceará no Castelão, em Fortaleza. A partida está marcada para o sábado 26, às 17 horas (Brasília). O Inter também viajará ao Nordeste para enfrentar o Bahia na Fonte Nova, em confronto marcado para às 19 horas de sábado.

O Jogo
O Vasco tentou surpreender o Inter com uma marcação alta no início da partida, mas o Colorado não se intimidou e assumiu o controle da posse de bola. A equipe de Vanderlei Luxemburgo recuou e passou a tentar os contra-ataques.

O primeiro tempo no Beira-Rio foi disputado, e as duas equipes criaram boas chances, mas não conseguiram tirar o 0 a 0 do placar.

O Inter levou perigo aos 4 minutos numa bobeada da defesa do Vasco. Em uma bola perdida na esquerda do ataque, o goleiro Fernando Miguel saiu mal do gol e Guerrero se antecipou para roubar a bola. O Peruano agiu rápido antes da volta do goleiro e cruzou para o meio da área, mas a zaga afastou. Zeca pegou a sobra mas chutou para fora.

O Vasco teve seu primeiro bom momento aos 23. Felipe Ferreira recebeu e partiu em velocidade pela esquerda. Ao se aproximar da área, soltou a bomba e obrigou Marcelo Lomba a se esticar para espalmar. A bola sobrou na direita para Rossi, que foi ao fundo e cruzou para o meio. O lateral Heitor tentou cortar e quase marcou contra, mas a bola saiu rente à trave.

O Inter respondeu dois minutos depois em chute de fora da área de D’Alessandro, do bico direito da área. Fernando Miguel defendeu e cedeu o escanteio. Internacional.

O mesmo D’Alessandro protagonizou a polêmica do primeiro tempo, aos 43. O argentino marcou um golaço em belo chute da direita, mas o lance foi anulado devido a uma falta de ataque de Victor Cuesta sobre Henrique, após análise pela equipe do VAR. Revoltado, D’Alessandro reclamou com o árbitro e recebeu o cartão amarelo.

Antes do apito final, Ribamar perde chance incrível aos 51. Depois de receber de Marrony, o atacante entrou na área e errou o alvo.

Após o reinício do jogo, o Vasco não demorou e abriu o placar, aos 7 minutos. Henrique cruzou da esquerda, Marrony tentou de cabeça e a bola sobrou na direita para Rossi. O atacante bateu para o gol, Lomba defendeu e a bola bateu na trave e voltou. Marrony e Bruno Fuchs brigaram pela bola na pequena área mas o atacante do Vasco se deu melhor e tocou para o fundo da rede.

Com a desvantagem no placar, o Inter se mandou para o ataque em busca do empate. De forma desorganizada, o Colorado abusou das bolas levantadas na área e acabou permitindo ao Vasco mais facilidade no contra-ataque. A pressão do Inter foi forte entre 19 e 23 minutos, e Fernando Miguel teve trabalho para impedir o gol Colorado.

Aos 37, o Vasco ameaçou em cobrança de escanteio de Guarín. Castán levantou na área, Henriquez disputou no alto e a bola sobrou para Gabriel Pec, que desperdiçou.

O Inter quase chegou aos 40. Guerrero recebeu livre na área e de cara com Fernando Miguel, perdeu a disputa com o goleiro, que mais uma vez salvou o empate. Os gaúchos tiveram sua última chance aos 49, quando Heitor arriscou da entrada da área e mandou uma bomba que passou perto da meta de Fernando Miguel.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL-RS 0 X 1 VASCO-RJ

Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 20 de outubro de 2019, domingo
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Bruno Salgado Rizo (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cartões amarelos: D’Alessandro, Bruno Silva, Patrick (Inter); Guarín (Vasco)
Renda: R$ 928.260,00
Público: 24.908 (21.273 pagantes)
Gols:
VASCO: Marrony, aos 7 min do 2º tempo

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba, Heitor, Bruno Fuchs, Victor Cuesta e Zeca (Wellington Silva); Edenílson, Bruno Silva e Patrick; Nico López (Sarrafiore), D’Alessandro e Paolo Guerrero
Técnico: Ricardo Colbachini (interino)

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Leandro Castán, Osvaldo Henriquez e Henrique; Richard, Bruno Gomes e Felipe Ferreira (Marcos Júnior); Marrony, Rossi (Gabriel Pec) e Ribamar (Guarín)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

O post Vasco vence o Inter no Beira-Rio pelo Brasileiro e se afasta da ‘confusão’ apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Vasco

Embalados, Internacional e Vasco duelam no Beira-Rio pelo Brasileiro

O Internacional voltou ao G-6 do Campeonato Brasileiro, mas neste domingo terá pela frente o empolgado Vasco, no Beira-Rio, para se manter entre os líderes. Os gaúchos querem fazer valer o fator casa para seguir na zona de classificação para a Libertadores. Já os cruzmaltinos estão há três jogos invictos e passaram a mirar a parte de cima da tabela da Série A.

O Internacional não perde desde a saída de Odair Hellmann. Sob o comando do interino Ricardo Colbachini, a equipe empatou uma vez e venceu outra. O momento é de embalar na reta final do Campeonato Brasileiro para garantir presença em mais uma Libertadores. O atacante Paolo Guerrero destacou o objetivo de ficar no G-6.

(Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

“Queríamos entrar no G-6 novamente. Agora temos que manter essa sequência, porque queremos recuperar o que perdemos. Jogamos em casa e precisamos novamente da vitória”, disse. O peruano está confirmado para o confronto e quer acabar com o jejum de gols. O atacante minimizou a situação e pregou foco na ajuda ao Internacional.

“Acontece com todos os jogadores, não só comigo, principalmente centroavantes. Claro que bate a ansiedade de fazer o gol, mas o que importa é o Inter e nosso objetivo é ganhar. Agora é focar porque temos um jogo dificílimo e temos que somar os três pontos”, declarou.

Em termos de escalação, Ricardo Colbachini terá os retornos do zagueiro Victor Cuesta, que cumpriu suspensão, além do atacante Wellington Silva, que estava na Espanha. Com isso, Roberto e Guilherme Parede devem ser os escolhidos para deixar a formação titular. Já o Rodrigo Moledo, Nonato, Rodrigo Lindoso e Rafael Sóbis, que se recuperam de lesão, seguem como dúvidas.

No Vasco, o clima é de confiança após a sequência positiva de resultados nas últimas rodadas. Por conta disso, os cruzmaltinos se afastaram da zona de rebaixamento e passaram a almejar novos objetivos dentro do Campeonato Brasileiro.

Contra o Internacional, o pensamento da equipe carioca é buscar um bom resultado. O lateral direito Yago Pikachu lembrou que os cariocas têm conseguido bons resultados fora de casa.

“O Vasco melhorou o desempenho fora de casa, mas poderíamos ter resultados melhores, contra o Avaí por exemplo. Derrotas que poderiam ser empates, pelas circunstâncias. O time tem de manter a postura de São Januário fora de casa para brigar em cima”, disse.

(Foto: Reprodução/CRVG)

No entanto, Pikachu ressaltou a dificuldade que os vascaínos não ter em Porto Alegre. “Jogo muito difícil no Beira-Rio, é complicado, mas já estamos estudando o Inter. Eles são muito fortes em casa, mas estamos com a confiança elevada, acredito que também vão respeitar. Isso que queremos, trazer o respeito dos adversários”, declarou.

Para esta partida, o técnico Vanderlei Luxemburgo pode repetir a formação que iniciou o clássico, mas pode fazer alterações por conta do desgaste físico. O volante Raul, de fora no meio de semana, dificilmente será relacionado, pois segue com dores musculares. Já o atacante Talles Magno está com a Seleção sub-17 para a disputa do Mundial da categoria.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X VASCO

Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 20 de outubro de 2019, domingo
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Bruno Salgado Rizo (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba, Heitor, Bruno Fuchs, Victor Cuesta e Zeca; Edenílson, Bruno Silva e Patrick; Nico López, Wellington Silva e Paolo Guerrero
Técnico: Ricardo Colbachini (interino)

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Leandro Castán, Osvaldo Henriquez e Henrique; Richard, Bruno Gomes e Felipe Ferreira; Marrony, Rossi e Ribamar
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

O post Embalados, Internacional e Vasco duelam no Beira-Rio pelo Brasileiro apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Vasco

De olho na Libertadores, Flamengo disputa clássico contra o Fluminense

Líder com folga do Campeonato Brasileiro, o Flamengo volta a campo neste domingo, contra o Fluminense, no Maracanã. Enquanto os rubro-negros vivem ótima fase, os tricolores necessitam de um bom resultado para se afastarem da zona de rebaixamento.

No Flamengo, o assunto que dominou os últimos dias foi a possibilidade do técnico Jorge Jesus poupar jogadores visando o duelo da próxima quarta-feira, contra o Grêmio, pela semifinal da Libertadores. O comandante português rechaçou que vá escalar reservas, mas não descartou a possibilidade de deixar algum titular fora por questão de cansaço.

Foto: Lucas Merçon/FFC

O zagueiro Rodrigo Caio destacou que Jorge Jesus já vem modificando a equipe rubro-negra nos últimos jogos. “Essa questão de poupar ou não é do treinador, mas ele vem fazendo isso. No último jogo entraram eu, Gabriel, João Lucas e Reinier. Quem entra dá conta do recado. Temos um elenco forte”, disse.

Rodrigo Caio falou sobre a chance de jogar mais um clássico contra os tricolores. O defensor lembrou que o Fluminense deu muito trabalho ao Flamengo, principalmente no Campeonato Carioca.

“Jogar um Fla-Flu é sempre diferente. Foram cinco jogos contra o Fluminense e sempre tivemos dificuldades. Uma equipe que tinha uma variedade muito grande com o Diniz. Acredito que será um jogo do mesmo estilo. Que a gente faça o que vem fazendo com inteligência”, declarou.

Em termos de escalação, Jorge Jesus terá os retornos do meia Everton Ribeiro e do atacante Bruno Henrique, que cumpriram suspensão contra o Fortaleza. Já o atacante Lucas Silva, que saiu lesionado no meio de semana, deverá ser mais um desfalque.

Pelo lado do Fluminense, a derrota para o Athletico, no Maracanã, foi um balde de água fria antes do clássico. O resultado fez os tricolores permanecerem próximos da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Além do mau resultado, a torcida vaiou alguns jogadores, principalmente o meia Paulo Henrique Ganso e o atacante João Pedro. Mesmo assim, ambos foram defendidos pelo zagueiro Frazan. “Só o trabalho pode mudar isso. Eles vão trabalhar bastante, vão focar e as coisas vão mudar”, disse.

Frazan deve seguir como titular, já que Digão, lesionado, continua como desfalque. O defensor, que marcou seu primeiro gol como profissional contra o Athletico, pregou atenção contra o ataque rubro-negro.

(Foto: Mailson Santana/ Fluminense)

“Eles têm um toque de bola muito bom, um futebol muito rápido. O Gabriel está vivendo um grande momento, fazendo muitos gols. O Bruno é muito rápido, também é perigoso. Não podemos dar brecha. No clássico, se iguala. Eles estão bem no campeonato, mas também temos uma boa equipe. Vamos tentar jogar bem e envolver o adversário para conseguir os três pontos”, falou.

Com 29 pontos, o Fluminense está apenas três da degola da Série A. Uma derrota poderia significar uma nova reaproximação da zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO X FLUMINENSE

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de outubro de 2019, domingo
Hora: 18h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

FLAMENGO: Diego Alves, João Lucas, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Renê; Willian Arão, Gerson e Éverton Ribeiro; Vitinho, Bruno Henrique e Gabigol
Técnico: Jorge Jesus

FLUMINENSE: Muriel, Gilberto, Nino, Frazan e Caio Henrique; Allan, Daniel e Paulo Henrique Ganso; Nenê, João Pedro e Yony González
Técnico: Marcão

O post De olho na Libertadores, Flamengo disputa clássico contra o Fluminense apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Flamengo

Marcão esboça time do Fluminense sem João Pedro

O Fluminense finalizou sua preparação para o clássico deste domingo, contra o Flamengo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. A novidade promovida pelo técnico Marcão foi a saída do atacante João Pedro para a entrada de Wellington Nem.

João Pedro foi um dos jogadores mais vaiados pela torcida tricolor na derrota para o Athletico-PR, no meio de semana, no Maracanã. Após a partida, Marcão defendeu o jovem atacante, que vive seu maior jejum de gols desde que subiu ao time profissional.

(Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)

Outro jogador também muito criticado na última quinta-feira, o meia Paulo Henrique Ganso segue entre os titulares. Sem Digão, lesionado, o camisa 10 deverá ser o capitão da equipe contra os rubro-negros.

Assim, o Fluminense deve ir a campo para o clássico com a seguinte formação: Muriel, Gilberto, Nino, Frazan e Caio Henrique; Allan, Daniel e Ganso; Nenê, Wellington Nem e Yony González.

Com 29 pontos, o Fluminense está na 14ª posição do Campeonato Brasileiro, três pontos a frente do CSA, primeiro dentro da zona de rebaixamento. Uma derrota contra o líder da Série A pode fazer os tricolores se aproximarem novamente das últimas colocações.

O post Marcão esboça time do Fluminense sem João Pedro apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Fluminense