Brasileiros conhecem rivais da fase de grupos da Copa Sul-Americana

0
79

Pela primeira vez na história, a Copa Sul-Americana terá uma fase de grupos. As chaves foram sorteadas pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) nesta sexta-feira (9). O Brasil terá seis representantes, número que pode chegar a oito caso Santos e Grêmio, que disputam a fase preliminar da Libertadores, não avancem nos respectivos confrontos contra San Lorenzo (Argentina) e Independiente del Valle (Equador).

Athletico Paranaense e Corinthians foram os dois brasileiros cabeças-de-chave, por serem dois dos oito participantes mais bem colocados no ranking da Conmebol. Campeão em 2019, o Furacão está no Grupo D, com Melgar (Peru), Aucas (Equador) e Metropolitanos (Venezuela). Já o Timão encabeça o Grupo E, junto de Sport Huancayo (Peru), River Plate (Paraguai) e o ganhador do jogo entre os uruguaios Montevideo City Torque e Fenix.

O Bahia, que parou nas quartas de final em 2020, caiu no Grupo B, que também reúne Independiente (Argentina), Guabirá (Bolívia) e outra equipe do Uruguai (Peñarol ou Cerro Largo). O Atlético-GO, que disputou o torneio pela última vez em 2012, foi sorteado no Grupo F, com Newell’s Old Boys (Argentina), Palestino (Chile) e quem perder no confronto entre Libertad (Paraguai) e Atlético Nacional (Colômbia), que duelam pela pré-Libertadores.

O Ceará, que esteve na Sul-Americana de 2011 e disputará pela primeira vez uma partida oficial fora do Brasil, integra o Grupo C, com Jorge Wilstermann (Bolívia), Arsenal de Sarandí (Argentina) e o perdedor entre Bolivar (Bolívia) e Junior Barranquilla (Colômbia), pela fase preliminar da Libertadores. Por fim, o Red Bull Bragantino, estreante na competição, fecha o Grupo G, de Emelec (Equador), Deportes Tolima (Colômbia) e Talleres (Argentina).

Caso não passe do San Lorenzo na Libertadores, o Santos disputará o Grupo A da Sul-Americana, com Rosário Central (Argentina), Huachipato (Chile) e 12 de Octobre (Paraguai). Se for eliminado pelo Independiente del Valle, o Grêmio integrará o Grupo H do torneio, onde terá pela frente Lanus (Argentina), La Equidad (Colômbia) e Aragua (Venezuela).

A previsão é que a fase de grupos comece no próximo dia 20. A decisão está marcada o dia para 6 de novembro, em jogo único, ainda sem local definido. O atual campeão é o Defensa y Justicia (Argentina), que, por conta do título, ganhou vaga na Libertadores. O time que levantar a taça garante uma premiação total de US$ 6,8 milhões (cerca de R$ 37,8 milhões).

Confira os grupos

Grupo A: Rosário Central (Argentina), Huachipato (Chile), 12 de Octobre (Paraguai) e perdedor de Santos x San Lorenzo (Argentina)

Grupo B: Independiente (Argentina), Bahia, Guabirá (Bolívia) e Peñarol ou Cerro Largo (ambos Uruguai)

Grupo C: Jorge Wilstermann (Bolívia), Arsenal de Sarandí (Argentina), Ceará e perdedor de Bolivar (Bolívia) x Junior Barranquilla (Colômbia)

Grupo D: Athletico Paranaense, Melgar (Peru), Aucas (Equador) e Metropolitanos (Venezuela)

Grupo E: Corinthians, Sport Huancayo (Peru), River Plate (Paraguai) e Montevideo City Torque ou Fenix (ambos Uruguai)

Grupo F: Newell’s Old Boys (Argentina), Palestino (Chile), Atlético-GO e perdedor de Libertad (Paraguai) x Atlético Nacional (Colômbia)

Grupo G: Emelec (Equador), Deportes Tolima (Colômbia), Talleres (Argentina) e Red Bull Bragantino

Grupo H: Lanus (Argentina), La Equidad (Colômbia), Aragua (Venezuela) e perdedor de Grêmio x Independiente del Valle (Equador)



Fonte: Agência Brasil