Esgrima: definida seleção brasileira para competições internacionais

0
47

A Confederação Brasileira de Esgrima (CBE) definiu nesta quinta-feira (4) a equipe nacional para os primeiros torneios internacionais da temporada. Serão 13 atletas representando o Brasil ao redor do mundo neste mês de março, após um ano de paralisação do calendário pela pandemia do novo coronavírus (covid-19). Desse grupo, 11 terão a viagem totalmente custeada pela CBE, além de cinco técnicos e um preparador físico. Os outros dois atletas participarão através de recursos próprios.

Na Copa do Mundo de Sabre, a primeira das três competições, prevista para os dias 10 e 14 de março, na cidade de Budapeste (HUN), participarão Luana Pekelman, Pietra Chierighini, Karina Trois, Bruno Pekelman, Henrique Garrigós, Enrico Pezzi e Matheus Becker. Os técnicos serão Alkhas Lakerbai e Régis Trois. No final de abril, Bruno Pekelman e Karina Trois disputarão também o Pré-Olímpico no final de abril, no Panamá.

Na espada, Nathalie Moellhausen, Amanda Simeão e Marcela Silva terão a orientação do técnico Marcos Cardoso no torneio em Kazan (RUS), entre os dias 19 e 23. Nathalie, segunda colocada no ranking mundial, já está praticamente garantida na Olimpíada.

Finalmente, o GP de Florete, em Doha (QAT), entre os dias 26 e 28 de março, terá as presenças de Bia Bulcão, Rafaela Gomes e Guilherme Toldo, além dos técnicos Alessandra Nucci e Luca Maria Papale e do preparador físico Luca Simoncelli. Bia Bulcão vai buscar a vaga em Tóquio através do Pré-Olímpico. Toldo deve entrar através do ranking.

O Brasil pode ter até seis atletas nos Jogos de Tóquio. Além de Bruno Pekelman, Karina Trois, Nathalie Moellhausen, Bia Bulcão e Guilherme Toldo, o espadista Athos Schwantes tentará conquistar a vaga masculina no Pré-Olímpico no Panamá.



Fonte: Agência Brasil