Corinthians aplica maior goleada da história da Libertadores Feminina

0
80

Atual campeão da Libertadores Feminina, o Corinthians estreou na edição de 2020, disputada na Argentina, aplicando a maior goleada da história da competição. Nesta sexta-feira (5), o Timão bateu o El Nacional (Equador) por 16 a 0 no estádio Nuevo Francisco Urbano, em Morón, pelo Grupo A.

Em crise financeira, o clube equatoriano perdeu todas as jogadoras do elenco campeão nacional e foi para a Libertadores com um grupo formado basicamente por atletas da base. Com três minutos, o Timão evidenciou a superioridade ao abrir o placar com Vic Albuquerque. Aos nove, a também atacante Giovana Crivelari ampliou, após uma cobrança de escanteio na pequena área. Quatro minutos depois, a zagueira Pardal, de cabeça, marcou o terceiro. As alvinegras seguiram pressionando e chegaram ao quarto aos 19 minutos: um golaço de voleio de Crivelari.

No segundo tempo, na sequência de boa jogada individual da atacante Gabi Portilho pela direita, a bola sobrou para Vic Albuquerque fazer o quinto das alvinegras, de cabeça. Aos 12, a lateral Tamires tabelou na entrada da área pela esquerda e marcou o sexto. O sétimo saiu aos 15, em cabeçada da zagueira Poliana na pequena área. Dois minutos depois, a meia Gabi Zanotti completou cruzamento rasteiro da direita e assinalou o oitavo.

Corinthians
Corinthians

Vic Albuquerque marcou três gols pelo Corinthians – Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians/Direitos Reservados

Aos 24 minutos, Gabi Nunes cobrou falta no ângulo e balançou as redes. A atacante, de cabeça, também guardou o décimo gol aos 29. E o 11º, aos 34. No minuto seguinte, a atacante Adriana finalizou da entrada da área e marcou o 12º das corintianas. Aos 38 e aos 39 minutos, a atacante Grazi deu sequência ao massacre. Vic Albuquerque fez o 15º aos 42 minutos. E Grazi fechou a conta aos 45 minutos.

O Corinthians volta a jogar na segunda-feira (8), novamente às 17h e em Morón, contra o Universitário (Peru). O El Nacional tentará a reabilitação no mesmo dia e local, às 19h30, contra o América de Cali (Colômbia).

Avaí/Kindermann também goleia

O Avaí/Kindermann também estreou com goleada na Libertadores. As catarinenses massacraram o Deportivo Trópico (Bolívia) por 8 a 0 no estádio José Amalfitani, em Buenos Aires, na abertura do Grupo B. A atacante Lelê, eleita para a seleção da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino de 2020, foi a protagonista, com quatro gols.

Kindermann
Kindermann

Avaí Kindermann comemora goleada. – Andrielli Zambonim / Avaí Kindermann

A camisa 17 colocou as catarinenses à frente aos seis minutos. Após chute de Paty na trave, a também meia Gaby Soares ficou com a sobra e rolou para a atacante finalizar. Aos 27 minutos, Lelê girou na área e ampliou. Três minutos depois, a defesa boliviana falhou na linha de impedimento e a lateral Camila, livre, fez o terceiro. Aos 33 minutos, a atacante Larissa, de cabeça, aumentou a vantagem. Já aos 38, Gaby Soares cobrou falta na área, Lelê recebeu nas costas da zaga, e fuzilou para marcar o terceiro dela na partida.

No segundo tempo, as Caçadoras diminuíram o ritmo, mas seguiram pressionando e balançaram as redes mais três vezes. Aos 29 minutos, após bonita jogada individual da atacante Vilma, Larissa fez o sexto. Aos 41, a própria Vilma, um dos reforços contratados para 2021, assinalou o sétimo, batendo de fora da área. O oitavo saiu dos pés de Lelê, nos acréscimos.

As catarinenses têm novo compromisso na segunda-feira, outra vez às 17h, contra o Santiago Morning (Chile), novamente no estádio José Amalfitani. No mesmo estádio e dia, o Trópico encara o Boca Juniors (Argentina) às 19h30.



Fonte: Agência Brasil