Lateral direito Rafinha é estrela de vídeo promocional da Bundesliga

Foto: Reprodução

Ídolo do Flamengo, o lateral direito Rafinha deixou uma ótima imagem no futebol alemão, primeiro no Schalke 04 e principalmente com a camisa do Bayern de Munique. Desta forma, a Bundesliga (Liga Alemã de Futebol) usou todo esforço e dedicação do atleta como parte da campanha promocional para a Bundesliga Experience, evento realizado nos dias 9 e 10 de novembro, no Rio de Janeiro.

Rafinha relembrou as dificuldades que precisou superar no início de sua caminhada na Alemanha.  “Cheguei lá (Alemanha) e meu Deus… como vou falar essa língua? Não entendo nada.”, declarou o lateral, citando também o clima como uma das grandes diferenças para o que estava habituado no Brasil. “Um frio… era verão, cheguei e estava chovendo, com vento. Verão sem sol?”.

Para vencer no futebol, Rafinha precisou superar a morte do pai quando ainda integrava as categorias de base do Coritiba. “Sou de uma família muito grande. Na altura, minha mãe, juntamente com meu pai, não tinha uma situação financeira muito boa. Era difícil manter todos os filhos… Eu falo na minha mãe pois foi quem segurou o rojão, conseguiu alimentar os sete. Graças a Deus, todos meus irmãos viraram pessoas do bem.”, declarou, antes de emendar: “É uma coisa que falta muito na minha vida, meu pai. Se meu pai estivesse vivo, minha carreira seria completa”

Na Alemanha. Rafinha deixou sua marca pelo Bayern de Munique, com a conquista de sete títulos da Bundesliga, 4 Copas da Alemanha, 3 Supercopas, um Mundial de Clubes e uma Champions League. Ele definiu essa passagem como um sonho realizado. “Está marcado e ninguém apaga”, exaltou.

A Bundesliga já recebeu 155 brasileiros em suas partidas. O Brasil é, aliás, o primeiro no ranking entre os estrangeiros. O zagueiro Naldo, ex-Werder Bremen, Schalke e Wolfsburg, é o representante verde-amarelo com mais minutos no Campeonato Alemão – mais de 31 mil. Rafinha é um dos destaques de participações, com 266 partidas, ficando no top 10 dos estrangeiros do Bayern.

O post Lateral direito Rafinha é estrela de vídeo promocional da Bundesliga apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Flamengo

No Botafogo, Alberto Valentim foca em vitória sobre o Corinthians

Foto: Vitor Silva/Botafogo.

O Botafogo se prepara para o duelo deste domingo, contra o Corinthians, no Nilton Santos. Os alvinegros precisam de um bom resultado para seguir fora da zona de rebaixamento. Por conta disso, o técnico Alberto Valentim ressaltou a importância dos cariocas fazerem o dever de casa.

“Só pensamos nos três pontos contra o Corinthians. Sem desviar foco para nenhuma partida. Impossível pensar no Inter porque teremos outros jogos importantíssimos e o jogo com a Chapecoense antes. Não dá para pensar em mais nada”, disse.

Valentim falou sobre a semana de treinos. O treinador afirmou que tem feito os trabalhos voltados na melhora da parte ofensiva da equipe.

“Na prática, estamos aproveitando semana cheia e fazendo uma diferente da anterior. Estamos acrescentando treinamentos e fazendo coisas diferentes para melhorar o nosso jogo ofensivo. Estamos fazendo alguns treinos incluindo algumas coisas para que nós consigamos fazer um número maior de finalizações, um número maior nesse último terço. Corinthians se defende bem e é preciso criar para furar essa defesa”, declarou.

Por fim, o comandante não quis revelar a escalação para a partida. “Faço a minha parte de esconder a escalação para vocês, porque talvez dificulte um pouco para o Coelho. Mas vocês ficam sabendo de tudo. Vamos tentar que não vaze nada mais”, concluiu.

Mesmo sem confirmar, o Botafogo deve ir a campo com a seguinte formação: Gatito Fernández, Fernando, Gabriel, Marcelo Benevenuto e Yuri; Cícero, João Paulo e Alex Santana; Leo Valencia, Luiz Fernando e Igor Cássio.

O post No Botafogo, Alberto Valentim foca em vitória sobre o Corinthians apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Botafogo

Jesus segue Gallardo e confirma escalação para a final da Libertadores

Jorge Jesus concedeu entrevista coletiva no Estádio Monumental de Lima, no Peru, palco da grande final da Libertadores deste sábado. Às vésperas da decisão contra o River Plate, que está prevista para às 17 horas (de Brasília), o comandante do Flamengo lembrou de uma conversa com sua comissão técnica.

Jorge Jesus revelou a escalação para a final da Liberta (Foto: Alexandre Vidal/CRF)

“No dia que decidi vir para o Flamengo, tive um almoço com a comissão técnica e disse: ‘Preparem as malas, vamos para o Brasil e seremos finalistas da Libertadores’. Vim transportar uma ideia de trabalho,” lembrou o treinador, que não esqueceu de valorizar seu grupo de jogadores.

“O Flamengo tem sido uma surpresa muito grande para mim. O compromisso de todos é muito grande em prol do clube. Muitas vezes tem problemas físicos e particulares que acontecem, mas estão sempre disponíveis,” afirmou.

Assim como Marcelo Gallardo em sua coletiva, Jorge Jesus não fez mistério sobre a equipe que entra em campo neste sábado.

“O Gallardo é um treinador que está na terceira final e sabe perfeitamente que não é em uma final que o treinador vai mudar como equipe e como ideia. Penso da mesma maneira. Se não acontecer nada, a equipe é a mesma que normalmente tem vindo jogar. Diego, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo e Filipe Luís; Arão, Gerson, Arrascaeta e Ribeiro, que é o capitão, Gabigol e Bruno Henrique,” revelou o português.

“Vamos enfrentar um rival muito forte, com mais experiência que nós, mas não nos assusta. Sabemos do que somos capazes de fazer,” concluiu.

Além do treinador, o meia Everton Ribeiro também falou no Monumental. O camisa sete rubro-negro reafirmou o desejo da equipe de fazer história no clube.

“Momento único, onde temos a chance de levantar a taça do nosso maior objetivo do ano e entrar pra história do Flamengo. Eles moveram a nação para vir ao Peru. Estamos focados no jogo, em fazer grande partida e depois conseguir levantar a taça,” disse Everton Ribeiro.

O post Jesus segue Gallardo e confirma escalação para a final da Libertadores apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Flamengo

Crise do Flu: Celso Barros se pronuncia após declarações de presidente

Foto: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE FC

Após ser afastado das decisões do futebol do Fluminense pelo presidente Mário Bittencourt, o vice Celso Barros reuniu a imprensa e falou sobre a atitude do mandatário. O dirigente afirmou que se sente injustiçado neste momento.

“Eu me sinto injustiçado pelo presidente. Não sei quanto votos da nossa eleição foram por minha causa, mas tenho a minha importância. Quero afirmar a minha tristeza com todo esse episódio. Todos somos Fluminense. Vou torcer muito para o Fluminense ficar na Série A. Acredito que temos condições. Sempre foi a minha preocupação e, caso o clube consiga, acho que terei tido contribuição”, disse.

Celso Barros rechaçou a intenção de renunciar ao posto, mas não sabe informar se vai voltar a atuar no futebol do clube no futuro.

“Acho que o presidente tem o direito de tomar as decisões. É legítimo. Mas eu afirmo aqui: não vou deixar a vice-presidência do clube. Não vou renunciar. Vou me manter. Agora, estou refletindo muito se quero voltar ao futebol. Nesse modelo que o Fluminense tem no futebol, não me interessa. Eu não pude fazer absolutamente nada do que eu pensava”, declarou.

Mário Bittencourt anunciou nesta semana o afastamento de Celso Barros das decisões ligadas ao futebol. O vice presidente e o mandatário vinha tendo divergências em diversos assuntos, como a permanência do técnico Marcão, que acabou sendo confirmada no pronunciamento do presidente tricolor.

Dentro de campo, o elenco segue trabalhando visando o duelo contra o CSA, nesta segunda-feira, em Maceió. O Fluminense precisa de um bom resultado para ter chance de sair da zona de rebaixamento nesta rodada.

O post Crise do Flu: Celso Barros se pronuncia após declarações de presidente apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Fluminense

Bruno Gomes comemora período sem jogos no Vasco

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

O Vasco ganhou um período de folga após o empate com o Goiás. Os cruzmaltinos só voltam a campo na quinta-feira, quando encaram o São Paulo, no Morumbi. O volante Bruno Gomes comemorou o período sem jogos nesta reta final de Campeonato Brasileiro.

“Vai ser um período muito importante, pois teremos tempo de descansar e nos prepararmos bem. O nosso objetivo é ganhar os próximos quatro jogos. A partida contra o São Paulo será difícil, sabemos disso, mas iremos lá para jogar firme e buscar a vitória”, disse.

Bruno Gomes destacou que o Vasco tem entrar em campo com a mesma postura apresentada contra o CSA, quando venceu em Maceió com tranquilidade.

“O time do São Paulo possui grandes jogadores, grandes nomes, como o Daniel Alves, mas temos que ir firmes, das mesma forma que fomos contra o Inter e o CSA. Também temos um grande time, com grandes nomes, e vamos para ganhar. Queremos vencer esse jogo, somar três pontos”, declarou.

Com 44 pontos, o Vasco viu a zona de classificação para a Libertadores ficar mais distante com o tropeço da última rodada. Além disso, os cruzmaltinos precisam ainda de mais um ponto para acabar de vez com risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

O post Bruno Gomes comemora período sem jogos no Vasco apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Vasco

Torcedores de River Plate e Flamengo rezam antes de final da Libertadores da América

Foto: Luka GONZALES / AFP

Torcedores do River Plate e do Flamengo recorreram à religião nesta sexta-feira para rogar por uma vitória de suas equipes a poucas horas da final única da Taça Libertadores 2019, a ser disputada no sábado no estádio Monumental de Lima, no Peru.

Numa capital peruana invadida por argentinos e brasileiros, uma cena se repete: torcedores rezando na igreja Virgem Milagrosa durante sua visita ao distrito turístico de Miraflores.

O ato de fé é um dos poucos momentos compartilhados pelos seguidores das equipes finalistas. De um lado, os torcedores do River lembram que o papa Francisco é argentino (mas um ferrenho torcedor do San Lorenzo), enquanto os rubros-negros afirmam que Deus é brasileiro.

Foto: Luka GONZALES / AFP

Pedidos aos santos

“É para a história. Amanhã (sábado) vamos vencer porque São Judas Tadeu, que é o santo padroeiro do nosso clube, é conhecido por ser o santo das causas impossíveis”, disse à AFP Newton Marena após sair da igreja onde pediu pela vitória do Flamengo.

“Temos a certeza que levaremos o troféu para casa. O River é uma equipe ‘copeira’, mas a vitória será nossa por 3 a 0 porque o Flamengo está num melhor momento”, afirmou Marena que vestia uma camisa do clube.

Beijando um crucifixo no peito, o argentino Marcelo Daniel Añino confia cegamente que o River repetirá a exibição da final do ano passado, diante do também argentino, e vai levar um novo título do torneio continental (que seria o quinta da equipe vermelha e branca).

“Eu sempre peço ao Cristo que tenho aqui no peito, peço que ajude minha equipe em todos os jogos”, acrescentou este torcedor de 55 anos.

“Nosso Deus se chama Marcelo Gallardo. ‘San Marcelo’. Rezo todos os dias”, declara Marcelo Díaz.

A fé e o futebol andam de mãos dadas para eles, sabendo que também é uma religião por causa da paixão e do sofrimento que exige.

– O Monumental, a terra prometida –

Viles Gonçalves, que vive em Rondônia,  viajou de ônibus por mais de 40 horas para chegar a Lima.

“Não consegui dormir esperando a final. Vamos ganhar. Poderia viajar 60 ou 70 horas para ver a minha equipe. Vale a pena”, disse à AFP.

Mais torcedores das duas equipes devem chegar em Lima pela manhã deste sábado. Por conta disso, as autoridades peruanas reforçaram nesta sexta o controle migratório nos postos fronteiriços terrestres com Chile e Brasil, e no aeroporto internacional Jorge Chávez, em Lima.

‘Bandeiraços’

Com cartazes, faixas, máscaras de jogadores e camisas de seus clubes, milhares de torcedores de ambos os times se concentraram para apresentar ‘bandeiraços’ no Parque Kennedy de Miraflores e na praça principal do distrito de Barranco, ambos em Lima.

“Se nota a paixão pelo time. O torcedor do River sempre vai onde for o jogo. Vamos acabar com o Flamengo nos primeiros 30 minutos”, disse à AFP Fernando Maura. “Amanhã (sábado), o Flamengo conquista o título. Tenho a certeza que ganharemos o campeonato assim como foi em 1981”, declarou à AFP Bruno Simones.

Estima-se que nas últimas horas cerca de 30 mil torcedores, tanto argentinos como brasileiros, chegaram a Lima. “Temos programada a chegada de 40 voos charter da Argentina e do Brasil com torcedores que vão acompanhar a final da Libertadores”, disse Armando García, gerente de Migração.

A movimentação por conta da decisão do torneio também agita o comércio da capital peruana, que prevê a venda de cerca de 50.000 camisas dos clubes finalistas, segundo empresários. Lima será palco da primeira final com jogo único desde a criação da Libertadores, em 1960.

Para garantir a segurança dos torcedores, cerca de 4.000 policiais estarão a postos no  Monumental de Lima, o maior estádio do país, com capacidade para 80.000 espectadores.

O post Torcedores de River Plate e Flamengo rezam antes de final da Libertadores da América apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Flamengo

River Plate x Flamengo: os principais duelos em campo da final da Libertadores

River Plate e Flamengo vão decidir a final da Copa Libertadores (Foto: Divulgação/Conmebol)

Gabigol contra Pinola e Lucas Martínez Quarta, a batalha das ideias entre os meias Fernández-Palacios e De Arrascaeta-Everton Ribeiro, o cara a cara dos goleiros são alguns dos duelos esperados da final da Copa Libertadores neste sábado entre o River Plate, atual campeão, e o Flamengo.

A um dia da disputa do título no estádio Monumental de Lima, River e Flamengo medirão forças em um duelo inédito pela coroa da América do Sul com uma variedade de grandes nomes em campo, alguns deles de volta ao continente após vários anos na Europa e outros em busca de visibilidade.

Para começar, a partida será uma memorável oportunidade de colocar frente a frente os dois melhores técnicos do torneio: Marcelo Gallardo e o português Jorge Jesus, amantes do jogo ofensivo, mas com armas distintas para sentir o futebol.

Gabigol imparável

Gabriel Barbosa, o Gabigol, é o artilheiro da Libertadores com sete gols. Inquieto em campo e de muita movimentação e participação, o atacante de 23 anos evoluiu sua forma de jogar.

Em nada se parece com aquele garoto de 20 anos que, após conquistar a medalha de ouro olímpica com a Seleção nos Jogos do Rio-2016, foi vendido pelo Santos à Inter de Milão por 25 milhões de euros.

Em apenas três anos, Gabigol deixou para trás o fracasso europeu -disputou 10 jogos com a Inter e 5 com o Benfica em um ano e meio-, retornando ao Brasil em janeiro de 2018 emprestado ao Santos, clube que o revelou.

Mas o Flamengo apareceu em seu caminho, assumiu o empréstimo junto à Inter no início da temporada 2019 e o colocou para jogar ao lado de Bruno Henrique, outro ex-santista, criando a dupla de ataque mais perigosa da Libertadores.

Agora, Gabigol é um centroavante moderno, que costuma cair mais pela ponta direita, e a estrutura do Flamengo está montada par que ele seja o finalizador de um jogo rápido e ofensivo. Sabe encontrar espaços na área, jogar com a bola no pé, criar espaços e finalizar.

Quem terá a missão de parar o artilheiro rubro-negro é o veterano zagueiro Javier Pinola, de 36 anos, ao lado de Lucas Quarta (23 anos), uma das apostas do técnico Marcelo Gallardo há três temporadas.

“O Flamengo tem um grande jogo coletivo ofensivo, com dois atacantes muito bons, de muita mobilidade. Não podemos dar nem um centímetro, porque sabemos o quanto são perigosos”, analisou Pinola, um dos capitães do River Plate.

Cérebros em ação

Ignacio Fernández e Exequiel Palacios são os termômetros do River. Quando jogam bem, o River funciona como a engrenagem de um relógio.

O jogo ofensivo do River Plate começa nos pés de Palacios, de apenas 21 anos e sondado por clubes europeus desde o ano passado. E seu melhor parceiro no meio de campo é ‘Nacho’ Fernández.

Palacios tem um bom jogo por dentro, com boa mobilidade e visão. Nacho transita tanto pelos lados como pelo centro. É o cérebro da equipe: cria, dribla, chega à área adversária para finalizar e ajuda na recomposição defensiva.

“O Flamengo é um grande time, provou isso no Campeonato Brasileiro e na Libertadores. É uma equipe armada com jogadores que vem da Europa, com experiência, e isso faz deles perigosos”, elogiou Fernández, de 29 anos.

Everton Ribeiro e o uruguaio Giorgian De Arrascaeta exercem papel parecido no Flamengo.

Aos 30 anos, Everton Ribeiro é um dos melhores jogadores do Brasileirão, com um futebol vertical e capacidade para driblar e passar pela esquerda. É também o maior ‘garçom’ de Gabigol e Bruno Henrique, com o maior número de assistências da equipe.

De Arrascaeta, de 25 anos, tem a mesma função pelo lado esquerdo, mas com maior capacidade de finalização do que Everton Ribeiro.

Armani-Alves: segurança 100%

Franco Armani e Diego Alves encarnam o goleiro moderno: seguros debaixo do travessão, também sabem jogar com os pés e são exímios pegadores de pênaltis.

Os dois goleiros são pilares de suas equipes.

O argentino, inquestionável no gol do River desde que chegou ao clube em janeiro de 2018, foi um dos responsáveis pelo quarto título de Libertadores do clube, no ano passado.

Suas atuações, tanto na Libertadores como no Campeonato Argentino, também permitiram a Armani chegar à seleção de seu país e disputar a Copa do Mundo da Rússia-2018 e a Copa América do Brasil-2019.

Diego Alves, de 33 anos, vestiu a camisa 1 do Flamengo em meados de 2017 após seis anos defendendo o Valencia, da Espanha.

O goleiro do Flamengo é um dos maiores pegadores de pênalti do futebol mundial e tem o recorde de defesas no Campeonato Espanhol, com 24 paradas em 50 cobranças.

O post River Plate x Flamengo: os principais duelos em campo da final da Libertadores apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.


Source: Flamengo